8 jun. 2013

A lágrima - Lota Moncada (8.6.13)

O sol está gelado.
Empurrado pelo vento
junho se insinua inverno.

A coreografia ensaiada
da última lágrima desliza
silenciosa e sensual
no canto da boca da noite.




2 comentarios:

Daniela Damaris dijo...



"junho se insinua inverno" e "canto da boca da noite" são imagens tão ricas, mas tão ricas, Lota!
Lindo poema!

Beijo!

Lota dijo...

Querida Daniela,achei na minha caótica vida, que já tinha agradecido por tão bela apreciação do meu poema!
Mas não foi proposital, acredite! Um abraço, apareça sempre!