8 jul. 2013

A mão e eu - Lota Moncada (versão em português, abril 2013)

Essa mão
em melancólico repouso
me observa
sem curiosidade
me chama
com minúsculo gesto
me acarinha.

Infinita pena
sentir na minha pele
sua pele serena
perceber os sulcos
pequenas manchas
inadmissíveis
imperfeições
para a estética moderna.

Essa mão
me conhece
de outro lugar
outro momento
outrora.
Mansa não evita
o olhar perscrutador
que não recorda
a indaga
a investiga
e pretende descobrir
onde quando qual
relação talvez
exista ou existiu
entre ela e eu.

No hay comentarios: