19 oct. 2014

Poemeto psicologista - Lota Moncada



Como vai a sua libido? 
Soltou  à queima-roupa 
um sabido de plantão. 
Pelo bafo e pela olhada
ao meu decote, o papo 
vinha  profundo... O perfeito 
freudiano de balada.

Libido? Libido? 
Devolvi-lhe um sorriso fatal,
vaga lume, boa (quiçá), 
lembrança de tempos idos. 
Sem reducionismo meu caro,
sou mais o tio Carl que curtia 
a vastidão da energia vital.


 "Conheça todas as teorias, domine todas as técnicas. Mas ao tocar uma alma humana, seja apenas outra alma humana." 
                                                 Carl Gustav Jung



No hay comentarios: