20 mar. 2017

Inferno astral


Chega perto do meu aniversário e sempre fico pensando (tá, eu só penso uma vez por ano, entendeu!?) naquela velha frase, arremedo de plano completo de voo: "plantar uma árvore, ter um filho, escrever um livro." 

E a cada ano - mais próxima dentro da ilógica da vida - do fim, me proponho a mesma coisa! 
Já plantei uma árvore, já tive dois filhos, e nada de livro gente!? 

Então... Tou esperando o quê?! Um editor!?

Ah, sei lá, por enquanto vou substituindo o livro pelos Cds, e continuo pensando... 

Espero que não seja um livro póstumo!

No hay comentarios: